terça-feira, 27 de novembro de 2012

Do que você tem medo?



Do que você tem medo?

Escritero Junior Junior , às 00:05

De ficar no escuro?
Do que se esconde no escuro debaixo da sua cama?
Do que pode sair do armário enquanto você dorme?
De ficar sozinho?
De ficar rodeado por muitos?
De sofrer por amor?
De não sofrer por amor?
De ser traído?
De fazer sofrer?
De sair pra rua?
De ficar em casa?
De se perder no mundo?
De não conhecer o que há lá fora?
De descobrir o que existe aí dentro?
De se conhecer?
De não saber sua identidade?
De não ter filhos?
De ter filhos antes do momento certo?
De não saber quando é certo?
De não ser aceito?
De não ser compreendido?
Não ser levado em consideração?
De que te façam de objeto?
De palhaço?
De inocente?
Que te critiquem?
Que te usem?
Que não te usem?
Não te reconheçam?
De não ter opinião?
De não ter respostas?
Medo de ter medo?
Ou medo de não ter medo?

Faz bem sentir medo! O medo aguça nossos sentidos e quando o sentimos, somos capazes de encontrar soluções que sem o medo nós não encontraríamos!
O medo aumenta nossa capacidade de proteção, nossa mobilidade, nossa capacidade de evasão!
Mas o medo, mesmo que nos agregue algumas “positividades”, deve ser controlado e compreendido!
Pessoas que sentem medo de tudo, sofrem muito e não compreendem o que as assusta!
Poucas são as coisas que nos afetam verdadeiramente. A maioria dos medos são gerados em nossa mente e é dentro do nosso pensar, do nosso imaginar que as coisas tornam-se apavorantes!
Não há nada de errado em sentir medo, o erro está em não tentar vencê-los!
Medos são barreiras que nós mesmos criamos e deixá-las nos impedir de seguir adiante é o que faz de nós, seres merecedores dos sustos que sentimos!
Encare seus medos, se você não sangrar, derrube-os!


Fonte: http://masoquequeeusei.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário